slide

 

 

 

Converse com quem entende do assunto.



Com mão de obra qualificada e orçamentos condizentes com o competitivo mercado Brasileiro, visamos fornecer o que há de melhor na seara concernente aos serviços de apoio administrativo.

Ipupiara - BA

Os primeiros habitantes da região foram os índios, que deixaram pinturas rupestres que podem ser vistas até hoje nas comunidades de Larguinha e Pintada. Os relatos históricos contam que o surgimento da atual cidade de Ipupiara deve-se à descoberta de jazidas de ouro e carvão. Por volta de 1792, o português Romão Gramacho fez as primeiras penetrações no solo da região, a qual chamou de "Caiam-Leda".

Antes de ser emancipada político e administrativamente, Ipupiara pertencia ao município de Brotas de Macaúbas, mas já pertenceu a Barra do Mendes(1917-1920) e teve várias denominações: mais ou menos no ano de 1842, era chamada de Campos Belos; em 1865, Fundão; em 1906, passou a ser conhecida como Fortaleza de São João; em 1911, Fundão; em 1918, Jordão quando foi elevada a Vila; e, finalmente, em 1943 pelo decreto-lei estadual nº 141, de 31 de dezembro de 1943, confirmado pelo decreto estadual 12 978, de 1 de junho de 1944, recebeu o nome de Ipupiara.

Até 1917, Fundão (atual Ipupiara) e Barra do Mendes eram distritos de Brotas de Macaúbas. Após exercer o cargo de intendente (prefeito) de Brotas de 1914 a 1916, Militão Rodrigues Coelho solicitou, ao governador, a separação do município e a formação de outro com sede em Barra do Mendes e tendo Fundão (atual Ipupiara) e Morpará como distritos. O então governador, Antônio Muniz Sodré de Aragão, atende seu pedido e, pela lei estadual 1 203, de 21 de julho de 1917, o município é criado.

Após conhecer grande progresso econômico, os barramendenses e outros habitantes da região passaram a ser perseguidos por Horácio Queiroz de Matos e João Arcanjo Ribeiro, intendente de Brotas em 1919, que organizou uma violenta campanha contra a próspera Vila de Barra, que passou a dividir o prestígio político e a receita dos impostos com Brotas. A campanha durou cinco meses e deixou um enorme rastro de destruição e cerca de 400 mortos, de ambos os lados.

Com o caos instalado na Vila e a população cercada e morrendo de fome, Militão faz um acordo com as forças invasoras em Julho de 1919, quando da reunião da Comissão Estadual de Trégua, presidida pelo parente do coronel Doca Medrado, de Mucugê, o político José Joaquim Landulfo da Rocha Medrado, a pedido do governador Antônio Muniz Sodré de Aragão, em Lençóis. O coronel Horácio Queiroz de Matos exigiu que Militão Rodrigues Coelhofosse afastado da política local e que a sede do município de Barra do Mendes fosse transferida para o Jordão (atual Ipupiara), criado pela lei estadual 1 250, de 15 de julho de 1918. Horácio Queiroz de Matos e João Arcanjo reanexaram, informalmente, o território de Barra do Mendes ao de Brotas de Macaúbas. A extinção oficial do município se deu pela Lei Estadual 1 388, de 24 de maio de 1920.

Ipupiara recebeu os serviços públicos: Juizado de Paz, em 1911; Agência da Empresa de Correios e Telégrafos, em 1912, tendo, como primeiro funcionário, José dos Santos; Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais de Ipupiara, instalado em 13 de outubro de 1925.

O topônimo Ipupiara é derivado do tupi antigo 'Ypupîara, que designava um monstro marinho da mitologia tupi.[Foi aprovado em função de se restaurar o topônimo Brotas de Macaúbas, anteriormente Brotas, que voltou em função do Decreto Estadual número 141, de 21 de dezembro de 1943, confirmado pelo Decreto Estadual número 12 978, de 1º de junho de 1944, que restaurou a antiga denominação de Brotas de Macaúbas e alterou o nome do distrito de Jordão para Ipupiara.

Ipupiara obteve sua emancipação político-administrativa pela lei 1 015 de 9 de agosto de 1958, durante o governo de Antonio Balbino de Carvalho Filho, pela lei, cria-se o município com sede no distrito de Ipupiara, desmembrando do município de Brotas de Macaúbas os distritos de Ipupiara e Ibipetum, este criado pela lei 628 de 30 de dezembro de 1953.

Várias pessoas se destacaram na luta pela emancipação, sob a liderança do Coronel Arthur Ribeiro dos Santos, cooperado pela equipe composta por Arlindo Alves de Almeida, Adão Francisco Martins, Aristides Pereira de Novais, Aristides Silva, Durval Sodré, José Antônio dos Santos, José Avelino, José de Almeida Sobrinho, Miguel Barreto, Osvaldo Leite da Silva e outros.

O município de Ipupiara possui o distrito sede e o distrito de Ibipetum, por onde estão distribuídos mais de 70 povoados.

Fontes: Históricos do Município e depoimentos do Sr. Moisés Arcanjo Filho.

A HSC está presente no município desde Fevereiro de 2019, sendo responsável pela gestão das atividades Administrativas, de Apoio e de Saúde de todas as secretarias municipais.

Meios para contato:

   Colaboradora: JANAINA RIBEIRO SODRE

Telefone: E-mail
01577991140613
ipupiara@hscempresarial.com.br

Colaboradora: CLAUDIA MARTINS DA SILVA

Telefone: E-mail
01574991598759
ipupiara@hscempresarial.com.br
Tecnologia do Google TradutorTradutor